Fique por dentro

Notícias

Inscrições abertas para a 11ª ONHB

Empenhada em enriquecer e diversificar as experiências pedagógicas, a ESTA vem estimulando seus alunos a participarem de atividades extracurriculares que, além de serem uma excelente ferramenta de autoavaliação e crescimento pessoal, são experiências muito significativas para a vida escolar.

Pensando nisso, a ESTA convida seus alunos do 8º ano EF ao 3º ano EM a participarem da 11ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB).  Os alunos interessados deverão se organizar em equipes e realizar a inscrição presencial nos dias  27/02 ou 13/03, das 14h às 15h40,  e encaminhar a autorização de participação assinada pelo responsável acadêmico.

Importante

Nos dias 27/02/2019 e 13/03/2019 de 14h às 15h40, os alunos(as) que participarão da ONHB deverão comparecer a Escola para a inscrição junto das professoras responsáveis pelas Equipes. Nesse dia, junto das professoras responsáveis Cynthia Cleto e Daniela Freitas, os alunos (as) irão criar a conta no site da ONHB para efetuar o cadastro individual e da Equipe. É indispensável a presença de todos.

Início das aulas das Olimpíadas

A partir da primeira semana de maio, às quartas-feiras, das 14h às 15hh40.

Sobre a Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB)

A competição conta com seis fases online, além da final presencial realizada na Unicamp, em Campinas-SP. As provas são realizadas durante as etapas – com duração de uma semana cada – pelas equipes formadas por um professor de História e três alunos.

As respostas (questões de múltipla escolha e realização de tarefas) podem ser elaboradas pelos participantes com base em debate com os colegas, pesquisa em livros, internet, orientação do professor, além de uma gama de documentos e referências oferecidas.
Ao completar as seis fases online, as equipes finalistas participam da grande final presencial na Unicamp, nos dias 17 e 18 de agosto. Na final, os grupos realizam uma prova dissertativa no sábado e, no dia seguinte, participam da premiação com entrega de medalhas.

“A Olimpíada de História tem como principal objetivo incentivar o desenvolvimento da análise crítica e discussões sobre os mais variados assuntos. Para que isso seja possível, oferecemos nas provas e tarefas informações, textos, imagens e mapas para que embasem a elaboração das respostas”, explica a professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp e coordenadora da ONHB, Cristina Meneguello.

O principal diferencial da ONHB em relação a outras competições é que ela não exige que os alunos tenham conhecimento do assunto previamente, uma vez que a metodologia permite que a equipe discuta, pesquise e analise as questões entre si, com apoio do professor. Além disso, por meio dos conteúdos e do estudo aprofundado dos temas em História do Brasil, a Olimpíada ajuda a preparar os participantes para vestibulares, concursos e prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), entre outros. “Ao longo desses anos, pudemos perceber que a metodologia contribui de forma bastante significativa com o ensino de História em sala de aula, incentivando o trabalho em equipe e o desenvolvimento da análise crítica”, explica a coordenadora.

 

Sobre as equipes

As equipes devem criar um nome para si. Esse “nome da equipe” a acompanhará em todo o processo e será utilizado em todas as etapas da competição, do início até a premiação, e por isso deve ser escolhido com critério. As equipes também poderão postar em sua sala de equipe uma imagem dos participantes ou com a qual se identifiquem. São proibidos imagens e nomes ofensivos, pornográficos ou que remetam a qualquer forma de violência, preconceito racial, social, de gênero, de credo ou de origem bem como nomes e/ou imagens que causem dubiedade de interpretação no que se refere aos casos acima. A Comissão Organizadora da Olimpíada pode alterar, a qualquer momento, os nomes e/ou imagens de equipes que considerar que integram os casos acima, a partir de verificações periódicas ou a partir de denúncias de outros participantes. Quando essa situação ocorrer, a Comissão Organizadora comunicará o orientador da equipe a necessidade de troca do nome ou imagem em um prazo máximo de 24 horas. Em caso de não envio de um novo nome ou da mudança da imagem da equipe a Comissão Organizadora realizará a alteração do nome da equipe no cadastro e/ou a remoção da imagem da QG da equipe, a seu critério. Os nomes das equipes, salvo nos casos acima mencionados, não serão alterados.

 

Sobre as provas e as fases

A 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil será constituída por 6 fases de provas online e 1 fase de prova, final e presencial, que se realizará no campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em Campinas, SP.

A página da Olimpíada fornecerá documentos, textos, links e sugestões de leitura para auxiliar na resolução das questões. As equipes podem e devem consultar outros materiais e fontes de informação (livros, sites, consultas aos professores etc.) para embasar as suas respostas.
Cada fase online tem a duração exata de 6 dias. Para a 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil, as fases serão iniciadas às segundas feiras e finalizadas aos sábados, permitindo que as equipes tenham ao menos um encontro com os seus professores de história, conforme os seus horários escolares, ao longo da semana. A seleção das equipes classificadas para a etapa seguinte será feita por meio de pontuação baseada no desempenho da equipe até aquele momento (resposta às questões de múltipla escolha e
tarefas).
– Na primeira fase, serão aprovados no mínimo 90% dos participantes (eliminados 10% dos participantes da fase)
– Na segunda fase, serão aprovados no mínimo 70% dos participantes (eliminados 30% dos participantes da fase).
– Na terceira fase, serão aprovados no mínimo 60% dos participantes (eliminados 40% dos participantes da fase).
– Na quarta fase, serão aprovadas no máximo 1800 equipes (este número pode ser alterado a partir da deliberação da Comissão Organizadora, em caso de alteração, para mais ou para menos, a Comissão Organizadora registará em “Comunicado Oficial” o novo limite de equipes que participação da fase seguinte)
– Na quinta fase, serão aprovadas todas as equipes que enviarem a tarefa.
– Após a sexta fase, serão convocadas no mínimo 200 equipes.

ACOMPANHE TAMBÉM

Atividades/Projetos

Projeto Monitoria

Trata-se de um projeto pedagógico e solidário que conta com a participação de todo o corpo docente. A tônica do projeto é a oportunidade de um aluno auxiliar outro, naquilo que àquele possui mais maturidade. Nessa atividade de monitoria o mesmo aluno que ajuda pode também receber ajuda nas disciplinas em que apresentar dificuldade. O … leia mais

Fique por dentro

Horário de funcionamento

Neste mês, funcionaremos em horário especial: das 8h às 17h. Desejamos que nossos alunos e professores aproveitem o recesso para descansar e recarregar as energias para o segundo semestre.